Bebê é abandonado em caixa de papelão em Bertioga

Quando foi encontrado, o menino ainda tinha o cordão umbilical e estava com manchas de sangue, provavelmente do parto

Luiz Alexandre de Souza Ventura - Especial para O Estado, O Estado de S. Paulo

29 de setembro de 2015 | 13h41

SANTOS - A polícia de Bertioga, no litoral sul de São Paulo, tenta identificar uma mulher que abandonou um bebê dentro de uma caixa de papelão, na porta de uma residência, na manhã de segunda-feira, 28. A criança, do sexo masculino, mede 40 centímetros e tem 1,950 quilos. Quando foi encontrado, o menino ainda tinha o cordão umbilical e estava com manchas de sangue, provavelmente do parto. 

Imagens gravadas por sistemas de vigilância de algumas casas, no Balneário Mogiano, registraram toda a movimentação. A  mulher caminha por uma viela, atravessa a Rua Fausto Lourenço Gomes e deixa a caixa na porta de uma casa. Ela ainda retorna ao local e muda a caixa de lugar.

O menino foi deixado em frente à residência de Cristiane de Jesus Oliveira. Ela saiu de casa aproximadamente uma hora depois, para ir à academia, quando viu a caixa. Segundo ela, a criança estava dormindo, enrolada em um pequeno coberto, sobre duas mantas.

O bebê foi levado ao pronto-socorro de Bertioga e passa bem, mas permanece em observação. O caso, registrado delegacia de Bertioga, é acompanhado pelo Conselho Tutelar.

Tudo o que sabemos sobre:
Bertiogabebê abandonado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.