Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Bebê de 22 dias é levado da mãe em shopping de Santa Bárbara d'Oeste

Avó do menino contou à polícia que a suspeita se aproximou da família durante a gravidez da nora, que tem 15 anos; polícia investiga tráfico de bebês

Ricardo Brandt, O Estado de S. Paulo

21 de agosto de 2013 | 11h49

CAMPINAS - Um recém-nascido de 22 dias foi levado da mãe no Tivoli Shopping, em Santa Bárbara d’Oeste, no interior, na noite de terça-feira. A Polícia Civil apura se o caso tem a ver com tráfico de bebês e procura duas suspeitas que aparecem em imagens de câmeras de segurança.

A mãe do bebê tem 15 anos e pode ter sido dopada por uma mulher que se aproximou da família durante a gravidez, dizendo pertencer a uma instituição de apoio a adolescentes. “Consideramos a hipótese de tráfico de crianças”, disse a delegada Olívia dos Santos Fonseca, da Delegacia de Defesa da Mulher.

A suposta sequestradora dizia se chamar Márcia. “Ela deu cômoda, pagou a ultrassonografia”, contou o pai da criança, Igor Barbosa, de 18 anos.

A avó paterna do bebê, Solange Barbosa, de 34 anos, que trabalha no shopping, disse que no dia do desaparecimento a sequestradora afirmou que tinha conseguido uma consulta em Americana, cidade vizinha. O bebê tem problemas cardíacos.

De ônibus, elas foram até Americana, mas chegando lá Márcia teria dito que a consulta havia sido cancelada. A mulher se ofereceu, então, para pagar um lanche no shopping.

Às 19h, a avó deixou a nora, o neto e seu filho de 9 anos com a suspeita. “O garoto afirmou que viu a mulher jogando algo no suco da mãe da criança e que recebeu dinheiro para ir ao fliperama”, contou a delegada. Quando a avó retornou, encontrou a nora passando mal no banheiro, sem o menino.

A suspeita usava peruca. Imagens do circuito de segurança do shopping mostram Márcia saindo com o bebê, junto com outra mulher. Imagens de outra câmera, na rua, mostram a mulher jogando fora a mala da criança. “Nessa imagem ela está sem peruca, é loira, de cabelo longo”, contou a delegada.

Tudo o que sabemos sobre:
bebêdesaparecimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.