Bate o coração da Mocidade Alegre

Sentimentos, doação de órgãos e ciência farão parte do desfile da escola, a vice-campeã de 2008

Marici Capitelli, Jornal da Tarde

16 Fevereiro 2009 | 03h36

Além das 25 alas, dois grupos de dançarinos e muitos efeitos especiais vão fazer o diferencial na apresentação da Mocidade Alegre. Terceira escola a se apresentar no Sambódromo do Anhembi na noite de sábado, a agremiação vai falar do coração sob o enfoque dos sentimentos, da ciência, da evolução histórica e até do aspecto social: a doação de órgãos. Tudo isso sob o enredo Da chama da razão ao palco das emoções...Sou máquina, sou vida...Sou coração forte pulsando na avenida!     Veja também:  Cobertura completa do carnaval 2009   Blog: dicas para quem quer curtir e para quem quer fugir da folia   Especial: mapa das escolas e os sambas do Rio e de SP      Um dos grupos que vão se apresentar será composto pelos homens de lata da história do Mágico de Oz. O homem de lata enferrujado que tanto quer um coração terá seus companheiros de viagem, a menina Dorothy Gale, o espantalho e o leão. Os outros dançarinos farão a travessia no sambódromo com uma apresentação de sapateado simbolizando o amor pela dança.   Um apelo à doação de órgãos, especialmente de coração, estará no terceiro carro alegórico, onde 14 acrobatas vão abordar a saúde. "Vamos falar do coração e dos sentimentos, mas sem ser melosos", garante Flavio Campello, um dos carnavalescos da escola.   Mas vai ser difícil segurar a emoção quando o público se deparar com Joana D’Arc. A heroína francesa da Guerra dos Cem Anos estará ardendo em uma fogueira. É exatamente essa a sensação que os espectadores vão ter com os efeitos especiais que simularão o fogo. Diz a lenda que, mesmo morrendo queimada viva, o seu coração teria resistido intacto e ainda por cima pulsando.   Joana D’Arc vai dividir o mesmo carro com outro personagem da história, Leonardo da Vinci, cujo laboratório estará reproduzido em detalhes. Eles estarão no segundo carro alegórico, Fé e Ciência, que marca a transição da Idade Média para o Renascimento. "Nesse carro, nós vamos ter muitos livros para mostrar essa mudança, da fé para a sabedoria."   As fantasias, por exemplo, vão do afro ao barroco, com veludos e pelúcia em tons metalizados. O último carro é o Sonho de Ser Campeão. Os integrantes vão contar o que lhes passa pelo coração: ser campeão do carnaval 2009.

Mais conteúdo sobre:
carnaval 2009Mocidade Alegre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.