Batalhões dos Bombeiros estão em alerta em SP

Motivo são os ataques a comandante e prédio da Rota e os incêndios a carros neste fim de semana

Solange Spigliatti, Central de Notícias

01 de agosto de 2010 | 17h46

Os batalhões do Corpo de Bombeiros de São Paulo entraram em alerta neste domingo, 1, após uma onda de ataques neste fim de semana na capital paulista.

 

Veja também:

Carros são incendiados durante a madrugada na zona leste

Bandidos atacam quartel da Rota em São Paulo

Suspeito de atirar contra Rota já tinha passagens pela polícia

Tenente-coronel da Rota sofre atentado

Goldman vê 'possibilidade zero' de nova série de ataques do PCC

 

Segundo informações do Centro de Operações dos Bombeiros (Cobom), o pedido de alerta foi feito pelo Comandante do Corpo de Bombeiros de São Paulo, coronel da Polícia Militar Luiz Humberto Navarro.

 

As razões para que os batalhões fiquem de sobreaviso são os ataques sofridos pelo comandante das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) no sábado, ao prédio da Rota, nesta madrugada, e os pelo menos 10 carros incendiados na zona leste de São Paulo.

 

De acordo com o Cobom, os batalhões vão reforçar a segurança, como ocorreu em todo o Estado em maio de 2006, quando ocorreram diversos ataques atribuídos ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.