'Batalhão da limpeza' toma Avenida Paulista após festa da virada

Balanço parcial da PM não registra ocorrências graves; mais de 2 milhões de pessoas se concentraram na avenida

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

01 de janeiro de 2012 | 04h57

SÃO PAULO - Após uma concentração de mais de 2 milhões de pessoas, segundo organizadores da festa de virada do ano, a Avenida Paulista recebeu um "batalhão" de garis para a realização da limpeza da via e das ruas no entorno, tomadas principalmente por papelão e material plástico em geral, boa parte copos e garrafas.

 

Às 4h30 deste domingo,1, boa parte da avenida já estava limpa e muito lixo já havia sido transferido para os caminhões da Prefeitura. Caminhões do tipo baú também foram utilizados para se guardar todo o gradil instalado na avenida. Caminhões-pipa auxiliaram também na limpeza. A expectativa era de que até as 6h30 a avenida já estivesse totalmente liberada para o tráfego.

 

Em relação ao mega palco instalado próximo à Alameda Ministro Rocha Azevedo, como exceção à estrutura de ferro, todo o material utilizado durante a festa já havia sido retirado pelas equipes de desmontagem. O coronel Pedro Borges de Oliveira Filho, que comandou o trabalho da PM durante a festa de réveillon, informou, à 1h30 que, no balanço parcial da corporação, não havia registro de ocorrências graves.

 

Apenas uma faca foi encontrada no chão próximo ao bloqueio montado pela PM no acesso ao trecho da avenida onde ocorreu a festa da virada. O oficial acredita que o dono da faca, ao perceber o bloqueio dos policiais, se desfez do objeto para conseguir acessar a festa sem correr o risco de ser flagrado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.