Base da PM é atacada na zona norte da capital

Dois homens em uma moto fizeram pelo menos cinco disparos contra uma base da Polícia Militar no Centro de Integração da Cidadania, no bairro Jova Rural, na zona norte. Ninguém ficou ferido. Dois tiros atingiram a chapa de aço na frente da base e outros dois, a mureta de concreto.

O Estado de S.Paulo

03 Julho 2012 | 03h00

Viaturas da PM foram mandadas ontem à noite para fazer buscas no local. A base, que pertence à 1.ª Companhia do 43.° Batalhão, já estava com o efetivo reforçado desde que os ataques contra PMs se intensificaram, na semana passada. "Eles agem na covardia. Passaram aqui rapidamente, atiraram e foram embora", disse um soldado da base.

A PM prendeu 301 pessoas em flagrante na semana passada, entre os dias 24 e 30 de junho, logo após os ataques do Primeiro Comando da Capital (PCC). No total, 116.867 foram abordadas pela PM durante os ataques, uma média de 16.695 pessoas por dia.

A semana dos ataques foi uma das mais violentas dos últimos tempos. Entre os dias 17 e 28 de junho, foram 127 homicídios - 53% mais do que o total de assassinatos de junho do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.