Barca não pode cobrar taxa extra de ciclista

A Justiça do Rio definiu que a empresa Barcas S/A, responsável pela travessia de barcas no litoral, não poderá mais cobrar tarifa adicional - de R$ 4,70 - dos passageiros que quiserem transportar bicicletas. A decisão julgou procedente recurso do Ministério Público Estadual. Os desembargadores que julgaram o mérito concluíram que o contrato de concessão do serviço não prevê a cobrança.

, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.