Bando tenta roubar caixa 24h em SP; no ano foram ao menos 27 assaltos

Máquina pegou fogo quando os bandidos tentavam arrombá-la com o uso de um maçarico; eles fugiram sem levar nada

Ricardo Valota, Central de Notícias

03 de maio de 2011 | 10h57

SÃO PAULO - Bandidos tentaram arrombar, por volta das 3h15 da madrugada desta terça-feira, 3, um caixa eletrônico da rede Banco 24 Horas, instalado no interior do açougue Sabor, localizado no nº 2.043 da Estrada da Barreira Grande, no Jardim Iva, região do Sapopemba, zona leste de São Paulo.

 

O caixa eletrônico pegou fogo, provavelmente quando os bandidos tentavam abri-lo com o uso de um maçarico, e os bombeiros foram acionados. Com as chamas fora de controle, os ladrões resolveram abortar a ação e todos fugiram sem levar nada. O caso será registrado no 41º Distrito Policial, da Vila Rica.

 

Somente neste ano, na capital paulista e na Grande São Paulo, no período entre a noite e a madrugada, foram pelo menos 27 ataques a caixas eletrônicos dentro de agências ou em outros estabelecimentos, como postos de gasolina, açougues, farmácias e supermercados.

 

Foram 4 casos em janeiro, com nenhum bandido preso; outros quatro em fevereiro, com um criminoso detido; mais quatro casos em março, com um total de 11 ladrões detidos; e 14 casos em abril, com dois criminosos mortos em tiroteio com a PM.

 

As baixas de civis e policiais militares se deram em dois casos na capital paulista. Em 14 de abril, um policial militar foi morto por criminosos, armados de fuzis e em fuga, após a quadrilha explodir um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil, na Avenida do Cursino, região da Saúde, na zona sul de SP.

 

No dia 26, um motorista foi baleado por engano por policiais militares que trocavam tiros com bandidos, após a quadrilha invadir o Ipê Clube, localizado na região do Ibirapuera, também na zona sul. Na ocasião, dois criminosos também morreram durante o tiroteio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.