Bando rouba clientes em bar na V. Madalena

Assaltantes foram rastreados por meio de um iPhone levado, mas a conexão foi perdida; DP fica a 450m do local

GIO MENDES, O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2012 | 03h05

Quatro assaltantes fizeram um arrastão em um bar na Rua Fradique Coutinho, na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo, na noite de anteontem. Os criminosos roubaram cerca de 20 clientes do Bierboxx Espaço & Bar. Ontem de madrugada, a Polícia Civil conseguiu rastrear um iPhone de uma das vítimas e descobriu que os criminosos estavam no bairro do Glicério, centro da capital. A conexão com o equipamento, porém, foi perdida, provavelmente porque um dos bandidos desligou o aparelho. Nenhum dos ladrões foi preso.

Os criminosos entraram no bar por volta das 22 horas. "Eles anunciaram o assalto e pediram para todo mundo colocar os pertences em cima das mesas", disse um publicitário de 32 anos, uma das vítimas.

Os ladrões ameaçaram os clientes caso não entregassem os objetos de valor. "Deixa tudo em cima da mesa, a gente não está brincando", ordenou um dos assaltantes, de acordo com o relato do publicitário.

Pertences. Os bandidos usaram as bolsas das mulheres para guardar celulares, relógios e carteiras roubados. Os assaltantes também levaram pelo menos três computadores portáteis. Segundo as vítimas, a ação da quadrilha durou dois minutos. "Vamos embora, que a nossa carona já está aí (fora)", gritou um dos ladrões para os comparsas.

Cinco clientes e dois representantes do bar prestaram queixa ontem no 14.º Distrito Policial (Pinheiros), a 450 metros do estabelecimento roubado. Os funcionários do bar ainda não tinham feito o levantamento do que os bandidos levaram do local.

As vítimas foram orientadas a ir até o 91.º DP (Ceasa) para tentar reconhecer os suspeitos no arquivo fotográfico da Polícia Civil. A Polícia Militar só foi informada do roubo às 23h20 de anteontem, depois que as vítimas já estavam na delegacia.

De acordo com a PM, os assaltantes fugiram em um Passat preto, que havia sido roubado no dia 20 em Santo André. A polícia não soube informar ontem à noite se o carro já havia sido localizado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.