Bando invade Santa Casa e explode caixa em Valinhos

Assaltantes, armados com fuzis e pistolas, tentaram explodir outro caixa, mas explosivos falharam; grupo fugiu sem levar o dinheiro

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

08 de outubro de 2015 | 17h45

SOROCABA - Criminosos invadiram o prédio da Santa Casa, renderam o porteiro e explodiram um caixa automático instalado no interior do hospital, em Valinhos, interior de São Paulo, na madrugada desta quinta-feira, 8. O bando, armado com fuzis e pistolas, tentou explodir outro caixa, mas os explosivos falharam. De acordo com a Polícia Militar, o cofre do primeiro caixa não chegou a abrir e os assaltantes fugiram em dois carros sem levar o dinheiro.

Foi o segundo ataque no mesmo horário, na região. Em Limeira, uma quadrilha explodiu dois caixas do Bradesco instalados dentro de um supermercado. Os criminosos quebraram a porta de vidro para entrar no estabelecimento. A explosão destruiu os equipamentos e danificou o prédio. O teto foi deslocado e a área teve de ser isolada. O valor roubado não foi informado.

Na quarta-feira, bandidos assassinaram com um tiro de fuzil uma mulher de 40 anos, depois de explodirem caixas na entrada de um condomínio fechado, na Praia da Boraceia, em Bertioga. A vítima estava no carro com duas filhas. No mesmo dia, uma quadrilha armada com fuzis cercou a base da Polícia Militar em Pirangi, região de Ribeirão Preto, enquanto explodia um caixa bancário instalado a poucos metros. Os criminosos dispararam contra a base e em direção à viatura que chegava com dois policiais. O veículo foi atingido, mas os policiais não se feriram.

Tudo o que sabemos sobre:
ValinhosSão PauloViolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.