Bando fecha cidade do interior e explode caixas eletrônicos

Quem chegava na cidade era impedido de entrar e obrigado a deitar no chão em um posto de gasolina

15 Fevereiro 2014 | 10h59

Em uma ação coordenada, cerca de 30 homens fecharam a entrada de Piracaia, no interior de São Paulo, e estouraram caixas eletrônicos de quatro agências bancárias da cidade na madrugada deste sábado, 15. De acordo com informações da polícia, os crimes ocorreram por volta da 1h45 e duas pessoas ficaram feridas durante uma troca de tiros. Ninguém foi preso.

Quem chegava na cidade era impedido de entrar e obrigado a deitar no chão em um posto de gasolina. Segundo a polícia, um casal não parou e os criminosos atiraram, atingindo os dois. Eles foram levados para hospitais de Piracaia e de Bragança Paulista, mas não correm risco de morte.

Os bandidos se dividiram em grupos durante a ação. Enquanto uma parte impedia o acesso à cidade, outra ficou parada em frente à delegacia de Piracaia e um terceiro grupo se posicionou em frente à base da Polícia Militar, para impedir a ação dos policiais enquanto os caixas eram estourados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.