Bando explode caixas em posto da Anhanguera

Dez homens armados com fuzis e espingardas fecharam o Frango Assado, na Rodovia Anhanguera, em Louveira, interior de São Paulo, na madrugada de ontem. O bando explodiu e roubou quatro caixas eletrônicos.

O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2013 | 02h03

Os assaltantes chegaram em três carros por volta das 3h e dominaram funcionários e clientes. Eles dispararam tiros para o alto para assustar as vítimas. Um motorista de caminhão foi dominado e seu veículo, atravessado no acesso da pista ao posto para impedir a entrada de novos clientes durante a ação.

Enquanto as pessoas eram mantidas reféns no posto, parte dos assaltantes instalou dinamites nos quatro caixas eletrônicos que ficam na entrada do restaurante. Três explodiram e um não. Os criminosos fugiram levando uma quantia não divulgada de dinheiro. Ninguém ficou ferido.

Como na fuga os ladrões deixaram no restaurante a banana de dinamite que não explodiu, o lugar ficou fechado até a chegada de policiais do esquadrão antibombas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate). Foram eles que retiraram o explosivo dali.

Reunião Na quinta-feira, o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella Viera, teve uma reunião com o comando do Exército, em Campinas, para tratar da questão dos ataques a caixas eletrônicos. O controle de venda e transporte de explosivos no Brasil é feito pelo Exército.

"É o Exército que tem o controle sobre explosivos e eles têm um setor de inteligência. Vamos buscar informações para ajudar nas investigações. Na região de Campinas, esse trabalho está bem avançado", afirmou o secretário. / RICARDO BRANDT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.