Bando destrói banco ao explodir caixas eletrônicos na zona leste de São Paulo

Hall de entrada de agência do Bradesco, no Sapopemba, foi completamente destruído; nenhum suspeito havia sido detido pela polícia até as 6 horas deste sábado, 31

estadão.com.br,

31 Março 2012 | 06h16

SÃO PAULO - Ao exagerarem na quantidade de explosivos, criminosos, armados de fuzis, por volta das 4 horas desta manhã de sábado, 31, destruíram todo o hall de entrada de uma agência do Bradesco localizada na altura do nº 175 da Avenida Manoel Pimentel, no Jardim Planalto, região do Sapopemba, zona leste de São Paulo.

 

As bananas de dinamite foram colocadas em duas das máquinas. Após o estrondo, moradores acionaram a Polícia Militar, mas nenhum dos bandidos, que fugiram em um furgão branco, havia sido detido até as 6 horas desta manhã. Ainda não se sabe se alguma quantia levada dos caixas. O caso seria registrado, segundo a PM, no 70º Distrito Policial, no Sapopemba.

 

Ataques. Somente neste ano, a reportagem do estadão.com.br apurou um total de 35 casos de ataques a caixas eletrônicos na capital e nos municípios da Grande São Paulo. Foram 14 casos em São Paulo e 21 nas demais cidades. Dos 35 ataques, 24 ocorreram com a utilização de explosivos. Os maiores alvos dos bandidos foram as agências bancárias (12 casos) e os supermercados (oito casos). Foram 13 ataques em janeiro, oito em fevereiro e 14 em março.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.