Bando com 20 homens explode quatro agências e farmácia em Capivari

Armados com fuzis e metralhadoras, criminosos dispararam rajadas de metralhadoras na praça central da cidade e depois fugiram; agências do Banco do Brasil e Bradesco foram danificadas

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

29 Outubro 2016 | 14h17

SOROCABA – Um bando armado com fuzis e metralhadoras invadiu a região central e explodiu quatro agências bancárias e uma farmácia, em Capivari, interior de São Paulo, por volta das 4 horas deste sábado, 29. Os criminosos, entre 20 e 25 homens, segundo a Secretaria de Segurança Pública municipal, atiraram contra o prédio da Guarda Municipal e atingiram uma viatura. Conforme relatos de moradores, eles dispararam rajadas de metralhadora na praça central. Ninguém ficou ferido. A cidade tem 53 mil habitantes e a população do centro entrou em pânico com os tiros e explosões.

Foram atacadas duas agências do Banco do Brasil, uma do Bradesco e outra da cooperativa de crédito Sicoob, além da farmácia da Unimed. Até o início da tarde, os valores levados pelos bandidos não tinham sido informados. O bando fugiu em pelo menos quatro veículos, seguindo em direção à Rodovia do Açúcar. Os prédios ficaram destruídos. Uma grande quantidade de cápsulas de vários calibres ficou espalhada pelas ruas. A Polícia Militar montou um cerco na região usando um helicóptero, mas os criminosos conseguiram escapar.

O secretário de Segurança Pública do município, Ricardo Lourenço de Souza, disse que os bandidos posicionaram homens encapuzados em pontos estratégicos, abrindo fogo contra a GM e o destacamento da Polícia Militar para impedir qualquer reação. “Eles tinham fuzis com mira a laser, capaz de atingir um policial a uma grande distância. Ficou impossível fazer alguma coisa naquela hora”, afirmou. Segundo ele, até o início da tarde o trabalho de perícia continuava, não tendo sido concluído o balanço dos estragos e do que foi levado pelos bandidos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.