Bando atira em PM e estupra namorada em Ibiúna

Cinco criminosos balearam o policial militar Leonardo dos Santos Monteiro, de 33 anos, e estupraram sua namorada, de 28, em Ibiúna, no interior paulista, na madrugada de ontem. O PM está internado em estado grave.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, SOROCABA, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2012 | 03h02

O casal foi abordado em Embu, na Grande São Paulo, e os criminosos pretendiam, além de roubar o carro deles, um Astra, fazer saques com os cartões das vítimas. No trajeto até a cidade do interior, os ladrões perceberam que Monteiro era policial - ele não usava farda, mas estava armado - e decidiram matá-lo.

No bairro dos Pintos, a 15 quilômetros do centro da cidade, obrigaram Monteiro a descer do carro e atiraram quatro vezes no policial, uma delas na cabeça. Em seguida, estupraram a namorada e a deixaram na estrada. Os bandidos fugiram no carro do casal e levaram o revólver do PM.

A jovem pediu ajuda a uma pessoa que passava de carro e foi levada à delegacia de Ibiúna. As vítimas foram atendidas no Hospital Municipal da cidade e, dali, transferidas para o Hospital Regional de Sorocaba.

Monteiro passou por cirurgia para retirar as balas. A jovem, que estava em estado de choque, passou por exames e estava sedada. O delegado de Ibiúna, Fabrício Lopes Ballarini, informou que a polícia já tem pistas dos criminosos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.