Bandidos resgatam preso de DP no Rio

Criminoso havia sido preso detido pouco antes, após ser flagrado com granadas pela PM em um acidente de trânsito

FÁBIO GRELLET / RIO, O Estado de S.Paulo

04 Julho 2012 | 03h01

Quinze criminosos com fuzis e metralhadoras invadiram uma delegacia na zona norte do Rio ontem à tarde e resgataram um suspeito que havia sido detido horas antes. Fora da delegacia, houve tiroteio entre o bando e dois policiais. Um policial se feriu sem gravidade. O bandido não foi recapturado.

Segundo a Polícia Militar, às 11h30 um motociclista se envolveu em um acidente na Rua Leopoldo Bulhões, em Manguinhos, na zona norte. Ao socorrê-lo, policiais constataram que ele dirigia uma moto furtada e levava duas granadas. O rapaz, então identificado como Luan de Souza, foi levado ao Hospital Geral de Bonsucesso com escoriações. Em seguida, foi conduzido à 25.ª DP, no Engenho Novo.

Quando o rapaz era autuado na delegacia, policiais civis descobriram que seu RG era falso. Enquanto o caso era registrado, por volta de 14h, os bandidos chegaram em dois carros e duas motos, vestindo roupas pretas. Eles invadiram a delegacia, dispararam vários tiros e fugiram levando o homem. O criminoso foi identificado como Diogo Feitoza, o DG, suspeito de gerenciar o tráfico na Favela do Mandela, na região de Manguinhos.

"Foi tudo muito rápido, a ação não durou mais do que três minutos. Os criminosos estavam fortemente armados e entregaram um fuzil ao preso que foi resgatado", disse o delegado titular da 25.ª DP, Antenor Lopes Martins Junior. "Parte do grupo entrou na delegacia e um dos criminosos usou um alicate para abrir o cadeado da carceragem." Feitoza era o único preso na cela.

O secretário de Estado de Segurança, José Mariano Beltrame, lamentou o episódio: "Não tem como dizer que essa situação não é ruim".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.