Bandidos matam empregada e sequestram casal em Piracicaba

Na fuga, sequestradores roubaram eletrodomésticos, dinheiro e cartões de banco e, com eles, conseguiram sacar R$ 2 mil; fitas com imagens do circuito interno da casa também foram roubada

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

16 Fevereiro 2011 | 03h32

SÃO PAULO - Um casal de produtores de cana-de-açúcar foi sequestrado, por volta das 12 horas de terça-feira, 15, após presenciar os últimos momentos de vida da empregada, na Vila Rezende, bairro de classe média alta de Piracicaba, interior paulista.

 

Claudio Meneghetti, de 56 anos, e a esposa, Lilian Maria Simioni Meneghetti, 57, continuam desaparecidos. Antes de deixarem a residência, localizada na Travessa Maria Maniero, os bandidos amarraram pés e mãos de Susana Aparecida Parente Felippe, 57 anos, empregada da família, e cobriram o rosto dela com um saco plástico.

 

Susana, segundo a polícia, morreu asfixiada.

Na fuga, os sequestradores, após separarem eletrodomésticos e dinheiro das vítimas, usaram a picape S-10 prata do casal. Com os cartões bancários do casal, os bandidos, antes da polícia solicitar o desbloqueio, conseguiram realizar dois saques de R$ 1 mil. As fitas com imagens do circuito interno de TV da casa também foram roubada pelos criminosos.

 

Agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Piracicaba investigam o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.