Bandidos mantêm 4 mulheres reféns durante 6h em Brasília; ninguém se feriu

Após um assalto frustrado, dois bandidos invadiram ontem uma casa na quadra 711, na Asa Sul, em Brasília, e mantiveram quatro mulheres reféns - incluindo uma grávida. A polícia logo cercou o local, com homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope), e as negociações se estenderam por seis horas, até a libertação de todas as vítimas.

, O Estado de S.Paulo

15 de junho de 2011 | 00h00

Os assaltantes eram Adelino de Souza Porto, de 56 anos, que cumpria 28 anos de prisão e fugiu da cadeia na última saída temporária, e Bruno Leonardo Vieira da Cruz, de 29, que cumpria pena em prisão domiciliar.

As vítimas eram todas da mesma família: Carmem Sartori, de 55 anos; Mariana, de 22; Miriam, de 26, grávida, e Clara - que é freira e precisou sair carregada de maca do local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.