Bandidos levaram cerca de R$ 30 milhões da empresa Protege, segundo a polícia

Policiais que investigam o roubo à transportadora de valores Protege estimam que os bandidos levaram até R$ 30 milhões da sede da empresa, localizada na Água Branca, na zona oeste de São Paulo. Até as 22 horas de ontem, a empresa não havia divulgado quanto havia sido levado de sua tesouraria.

O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2011 | 03h05

O crime aconteceu anteontem, por volta das 18 horas. Os bandidos fizeram um gerente da Protege como refém e amarraram explosivos em seu corpo para obrigar os vigias dentro da transportadora de valores a abrir o portão. O bando levou o dinheiro em um carro-forte, que foi abandonado a dois quarteirões da empresa. A polícia não tinha, até ontem, pistas dos ladrões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.