Bandidos levam a pior ao invadir casa de chineses na zona sul de SP

No tempo em que permaneceram dentro da casa, grupo amarrou as vítimas, que foram agredidas a coronhadas, e separou dinheiro e objetos de valor

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

21 de abril de 2011 | 03h37

SÃO PAULO - Um bandido morreu, dois foram baleados e um quarto acabou preso sem ferimentos, por volta das 22 horas de quarta-feira, 20, durante uma troca de tiros com agentes da Divisão de Investigação de Roubos e Furtos de Veículos de Cargas (Divecar), do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), em frente a uma das residências da rua Cataguaz, no bairro do Campo Belo, na zona sul de São Paulo.

 

O grupo havia invadido a casa de uma família de chineses que prestam serviço de filmagem e fotografia para eventos em geral. No tempo em que permaneceu dentro da casa, o quarteto amarrou as vítimas, que foram agredidas a coronhadas, e separou dinheiro, eletroeletrônicos e outros objetos de valor dos orientais. Um quarto morador da casa, ao se aproximar do imóvel, percebeu a ação dos bandidos e gritou para os policiais civis que passavam pela região.

 

Os criminosos feridos durante o tiroteio foram levados para o pronto-socorro do Jabaquara. O caso será registrado na sede do Deic.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.