Bandidos invadem condomínio de casas em Itapecerica da Serra

Funcionário ligou para a PM ao perceber que algo de errado ocorria dentro da casa

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

14 de março de 2012 | 04h52

SÃO PAULO - Pelo menos quatro criminosos invadiram, no final da noite de terça-feira, 13, uma das casas dentro do Condomínio Jardim Europa, localizado no bairro de mesmo nome, às margens da Rodovia Armando Salles de Oliveira (SP-228), em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Não sabe ainda como a quadrilha entrou no residencial. Acredita-se que todos pularam um dos muros, pois nenhum funcionário foi rendido na portaria.

 

O economista Bruno Souza foi dominado quando estacionava o carro na garagem. Ele, o pai, o administrador de empresas José Francisco de Souza, e a mãe foram amarrados em um dos cômodos da residência, no andar de cima. Os bandidos, segundo as vítimas, estavam interessados apenas em joias e dinheiro. Por volta da 0h30 já desta quarta-feira, 14, o porteiro, ao ver as luzes da casa acessas e pessoas andando com mochilas nas costas dentro da residência, ligou para a família.

 

Na segunda tentativa de falar com alguém, o porteiro então foi atendido pelo economista, que teve mãos e pés desatados pelos criminosos. Ao ouvir de Bruno que tudo estava vem, o porteiro então fez uma segunda pergunta: "Você quer que eu deixe algum recado para o Breno, seu amigo?". A resposta foi apenas "não, não precisa". O funcionário então percebeu que algo de errado ocorria dentro da casa, pois o economista respondeu à pergunta como se fosse algo normal uma indagação do tipo àquela hora da madrugada.

 

Policiais militares da 1ª Companhia do 25º Batalhão e o helicóptero Águia, que sobrevoou a região, de muita mata, foram acionados. Três dos bandidos fugiram num dos carros das vítimas, mas pularam um dos muros, que dá acesso à rodovia, após baterem o veículo antes de deixarem o residencial. O trio levou apenas joias e dinheiro que haviam sido guardados nos bolsos da roupa. Mochilas com objetos roubados foram deixados dentro do carro.

 

O quarto criminoso também deixou o condomínio a pé após pular um muro, mas roubou um Fiat Strada ao deixar o local. Depois de bater o Fiat, acabou preso. Com ele, havia um revólver calibre 38. Os outros três assaltantes continuam foragidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.