Bandidos invadem bancos em SP e Diadema de madrugada

Em Diadema, bando levou dinheiro de um caixa eletrônico; na capital, não há informações se algo foi roubado

Ricardo Valota e Andressa Zanandrea, estadao.com.br e Jornal da Tarde

20 de agosto de 2008 | 16h19

Um grupo tentou, por volta das 2 horas desta quarta-feira, 20, furtar caixas eletrônicos de uma agência bancária do Itaú localizada na Avenida Pacaembu, em Perdizes, zona oeste de São Paulo. Policiais militares da 2.ª Companhia do 23.º Batalhão foram acionados por testemunhas, mas os bandidos já haviam fugido quando a primeira viatura estacionou em frente ao banco.   No local, os criminosos deixaram um maçarico, botijão de gás, garrafas com água, rolos de fita adesiva, óculos, chave de fenda, lona plástica e lata de tinta spray. As lâmpadas do hall de entrada e a câmera instalada em um dos terminais já haviam sido cobertas com tinta, e os sensores de presença, inutilizados com a fita. Os policiais fizeram buscas nas imediações, mas ninguém foi preso.   Em Diadema, Grande ABC, bandidos invadiram a agência do Banco Real no início da madrugada localizada na Avenida Lico Maia, no bairro de Serraria, e arrombaram um dos caixas eletrônicos. O alarme da agência acionou e funcionários da empresa de segurança que faz o monitoramento foram para o local. Ninguém foi preso e todo o dinheiro que estava em um dos caixas foi levado.   Os criminosos colocaram um pedaço de fita adesiva na porta de vidro para que ela não trancasse com eles dentro, retiraram o sensor do alarme e usaram spray de tinta preta para pintar as câmeras do circuito interno de segurança e o vidro que era monitorado por outra câmera instalada logo acima da porta giratória que dá acesso à agência.   O bando, a exemplo do caso de Perdizes, utilizou um maçarico também. A polícia tentará usar imagens gravadas pelo circuito interno para esclarecer o caso, que foi registrado no 1.º Distrito Policial de Diadema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.