Bandidos incendeiam Kombi e homem tem 90% do corpo queimado

Segundo testemunhas, homem foi vítima de ladrões; ele está internado em estado grave

Luciano Bottini Filho e Marcelo Godoy, O Estado de S. Paulo

12 Maio 2014 | 17h15

Atualizada às 18h17

SÃO PAULO - O empresário português Silvério Matias, de 63 anos, teve 90% de seu corpo queimado depois que bandidos incendiaram a Kombi em que ele estava. O crime ocorreu nesta segunda-feira, dia 12, na Rua João José de Araújo, no Rio Pequeno, na zona oeste de São Paulo. Depois de atearem fogo ao carro com a vítima dentro, os bandidos fugiram.

Testemunhas chamaram a Polícia Militar e contaram aos homens do 16.º Batalhão que Matias foi vítima de ladrões. Os PMs acionaram os bombeiros, que apagaram o fogo no carro e levaram a vítima para o Hospital das Clínicas, onde permanece internada em estado grave.

Segundo o delegado titular do 51 DP (Rio Pequeno), Luiz Cláudio, a vítima foi abordada na saída de sua residência na Rua Fradique Coutinho, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Três assaltantes conduziram a Kombi até Rio Pequeno, escoltados por outro veículo.

O caso foi registrado no 51.º Distrito Policial. "Ainda estamos tentando identificá-los e procurando imagens", disse o delegado. A perícia técnica vai examinar o carro. Por enquanto, a polícia não tem pistas sobre a identidade dos criminosos.

Mais conteúdo sobre:
fóruns estadão brasil 2018

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.