Bandidos fazem arrastão em restaurante de Bauru (SP)

Em cerca de cinco minutos, criminosos armados invadiram o estabelecimento e roubaram 14 clientes

Chico Siqueira, Especial para o Estado

21 de agosto de 2013 | 16h18

ARAÇATUBA - A onda de arrastões em restaurantes, crime comum na capital paulista, chega ao interior de São Paulo. A Polícia de Bauru tenta localizar três assaltantes que roubaram 14 pessoas em um estabelecimento na Vila Universitária, na noite dessa terça-feira, 20. Armados, os bandidos chegaram ao local por volta das 22h20 e renderam uma funcionária que estava na porta.

Enquanto um deles mantinha a mulher refém, os outros levaram cerca de R$ 1 mil em notas e moedas que estavam no caixa. Antes de saírem, passaram pelas mesas exigindo que os clientes entregassem carteiras, relógios e celulares.

O clima ficou tenso quando o dono do restaurante demorou para entregar o relógio e causou irritação nos ladrões, que o ameaçaram de morte. A polícia suspeita que eles já conheciam o estabelecimento, porque sabiam onde ficava o caixa.

O restaurante é muito frequentado por estudantes universitários que moram nas redondezas. Um deles, estudante de engenharia, disse que teve cerca de R$ 300 em dinheiro levado pelos ladrões, que não demoraram mais de cinco minutos na ação.

De acordo com a Polícia Militar, os assaltantes podem ser os mesmos que roubaram universitários e jovens em avenidas da cidade na noite de segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
arrastãobauru

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.