Bandidos explodem caixas eletrônicos nas cidades de Osasco e Campinas

Ações ocorreram em máquinas do Bradesco, uma dentro de um quiosque, outra em agência bancária

Ricardo Valota, O Estado de S.Paulo,

10 de agosto de 2012 | 03h06

Atualizado às 5h55

 

SÃO PAULO - Bandidos explodiram, por volta das 3h30 da madrugada desta sexta-feira, 10, um caixa eletrônico do Bradesco instalado dentro de um quiosque na altura do nº 276 da Avenida José Teruel Lopes, na Vila Yolanda, em Osasco, na Grande São Paulo. Os suspeitos chegaram ao local em carros e motocicletas, instalaram o artefato na máquina e detonaram o explosivo.

 

A Polícia Militar foi acionada por moradores que ouviram o forte estrondo, mas quando a primeira viatura chegou ao local os suspeitos já haviam fugido. Ainda não se sabe se os criminosos conseguiram levar alguma quantia. O local foi isolado para o trabalho peritos do Instituto de Criminalística (IC), da Polícia Civil. O caso será registrado no 1º Distrito Policial de Osasco.

 

Este mesmo caixa já foi havia sido alvo de criminosos na madrugada de 29 de dezembro de 2011. Na ocasião, os bandidos usaram explosivos e fugiram levando todo o dinheiro da máquina. De janeiro até agora, a reportagem do estadão.com.br apurou 62 casos de ataques a caixas eletrônicos na Região Metropolitana. Foram 25 casos na capital e 37 nas demais cidades. Dos 62 ataques, 36 ocorreram com a utilização de explosivos.

 

Campinas. Munidos de explosivos, por volta das 2h30 desta madrugada de sexta-feira, 10, criminosos arrombaram pelo menos um dos caixas eletrônicos instalados no hall de entrada da agência bancária do Bradesco localizada na altura do nº 1.580 da Avenida Baden Powell, no Jardim Nova Europa, em Campinas, interior do Estado de São Paulo.

 

PMs da 1ª Companhia do 35º Batalhão do Interior (BPM/I) foram acionados e, até as 3 horas, não havia informações sobre algum suspeito detido. Não se sabe também o número de caixas danificados nem se algum valor foi levado das máquinas. Em razão do horário, a ocorrência será encaminhada para o plantão do 1º Distrito Policial, do centro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.