Bandido trapalhão deixa RG e alvará de soltura para trás

Desastrado, Antonio Sérgio da Silva Lopes, de 33 anos, deixou sua carteira de identidade e um alvará de soltura no Logus azul usado pela quadrilha para chegar ao Sushi Gekko. Clientes reconheceram o bandido pelo RG.

O Estado de S.Paulo

03 Março 2012 | 03h01

"Estamos muito perto de identificar a quadrilha, o que deverá ajudar a diminuir o número de assaltos nessa região", disse o delegado Paul Verduraz, do 15º DP. A polícia suspeita que a quadrilha seja de um município no sul da Região Metropolitana. / W.C. e P.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.