Bandido morre ao trocar tiros durante assalto a Zoológico de SP

Quatro homens assaltaram a bilheteria do parque; três conseguiram fugir e um morreu perseguido por policiais

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

19 de julho de 2009 | 20h17

Um assalto à bilheteria do Jardim Zoológico, no bairro da Água Funda, zona sul de São Paulo, às 14h30 deste domingo, 19, terminou com a morte de um dos quatro criminosos que chegaram ao local em um Corsa branco. No momento do assalto o movimento de pessoas em frente ao parque ainda era grande, mas nenhum usuário ficou ferido.

 

Testemunhas conseguiram acionar a Polícia Militar ainda quando a quadrilha rendia os funcionários da bilheteria. Policiais das Rondas Ostensivas com Auxílio de Motocicleta (Rocam) do 3º Batalhão chegaram à Avenida Miguel Stéfano, na entrada do Zoo, onde fica a bilheteria, no momento em que os criminosos já fugiam no veículo e levavam um malote contendo dinheiro.

 

Um dos assaltantes, identificado como Cristian de Barros Beltrão, de 23 anos, armado com uma pistola calibre 380, de 20 tiros, não conseguiu entrar no veículo dos comparsas enquanto era seguido pelos policiais, e entrou em um ônibus intermunicipal da Viação Imigrantes, da Empresa Metropolitana de Transporte Urbano (EMTU), que fazia a linha 051 - Metrô Saúde/São José (bairro de Diadema).

 

Segundo a PM, mesmo de dentro do ônibus cheio de passageiros, o criminoso atirou contra os policiais. Ao ver que o coletivo seria alcançado pela moto, o assaltante resolveu descer e continuou atirando. No revide, o bandido foi atingido por três tiros e morreu quando era atendido no pronto-socorro do Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro Saboya, no Jabaquara.

 

O valor que havia no malote levado pelos criminosos que conseguiram fugir não foi informado aos policiais do plantão do 83º Distrito Policial, do Parque Bristol, onde o caso foi registrado como roubo, resistência e morte. O coletivo usado pelo assaltante na tentativa de fuga permaneceu na Avenida Miguel Stéfano, palco do tiroteio, para que a perícia fosse realizada

Mais conteúdo sobre:
assaltozoológico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.