Bancários de Osasco vão atrasar início dos trabalhos nesta sexta

Funcionários protestam contra obrigação de trabalhar sem receber durante o feriado de aniversário da cidade

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

19 Fevereiro 2010 | 08h32

Os bancários do Banco Bradesco, na região de Osasco, na Grande São Paulo, vão atrasar o início dos trabalhos nesta sexta-feira, 19, como forma de protestar contra a obrigação de trabalhar de graça em pleno feriado de aniversário da cidade.

 

Os atos começam a partir das 6h30 de hoje. Além de retardarem o funcionamento dos prédios administrativos do complexo da Cidade de Deus, também está programado ato no Calçadão de Osasco, onde se concentram as agências bancárias.

 

O protesto, segundo o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, é contra a Federação dos Bancos (Febraban) que conseguiu por meio de decisão judicial, que os prédios administrativos e as agências bancárias funcionem normalmente no município hoje, apesar do feriado em celebração ao aniversário de 48 anos da cidade.

 

O município ganhou em primeira instância a manutenção do feriado aos bancários. Os banqueiros recorreram da decisão e conseguiram, em segunda instância, autorização para que todos os estabelecimentos bancários funcionassem normalmente no aniversário da cidade. A Prefeitura recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) que ainda não julgaram a ação.

 

Em Osasco, trabalham cerca de 15 mil bancários, sendo 10 mil em Cidade de Deus, a maior concentração de funcionários do Bradesco, de onde o banco controla boa parte de todas as suas operações no país, de acordo com o sindicato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.