Bancária é resgatada de cativeiro em Embu

Segundo a polícia, a vítima - que foi encontrada no quarto, não sofreu agressões físicas

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

07 de janeiro de 2008 | 04h32

Uma bancária, de 23 anos, moradora do Jardim São Luís, zona sul da capital, foi resgatada, no início da noite deste domingo, após ficar 22 horas em um cativeiro montado numa residência, de três cômodos, no interior da Favela do Parque Esplanada, em Embu, na divisa com Taboão da Serra, na Grande São Paulo. Policiais civis do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) e do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Delegacia Seccional de Taboão, após uma denúncia anônima, foram até a favela, localizada na Estrada São Judas, próximo ao quilômetro 276 da Rodovia Régis Bittencourt. A vítima foi encontrada no quarto; não estava amordaçada nem teria sofrido agressões físicas. Fora da casa, foi preso um dos seqüestradores, Abel da Silva Macedo, de 25 anos.  Desarmado, o bandido apenas tomava conta do cativeiro. Um segundo criminoso segue foragido. No imóvel foram encontrados oito documentos de carros, cheques roubados na região de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, e um alvará de soltura, de 2005, do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Itapecerica da Serra, em nome de José Ivanaldo de Britto, possível comparsa de Abel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.