Balonistas tinham previsão de vento fraco antes de acidente que matou 3 no sábado

BOITUVA (SP)

, O Estado de S.Paulo

02 de novembro de 2010 | 00h00

Dados da previsão meteorológica entregues ontem ao delegado da Polícia Civil Silvan Renosto, titular da Delegacia de Boituva (SP), indicavam vento de apenas 14 km/h na manhã de sábado, quando dois balões caíram na cidade, causando a morte de três pessoas e ferimentos em outras 14. Foi o primeiro acidente com vítimas envolvendo balões no Brasil. Se confirmados, os dados indicariam que as rajadas de vento, fenômeno que derrubou os balões, eram imprevisíveis.

Renosto ouviu ontem o dono dos balões que caíram e duas pessoas que sobreviveram. Elas entregaram ao delegado os cartões de memória de câmeras fotográficas que registraram a subida dos balões. "As imagens podem ser importantes para sabermos as condições do clima."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.