Corpo de Bombeiros|Divulgação
Corpo de Bombeiros|Divulgação

Balões caem em rede elétrica e são retirados por bombeiros em SP

Os objetos caíram na zona norte e na região central, mas não houve incêndio nem curto-circuito; soltar balões é crime

O Estado de S. Paulo

10 Setembro 2017 | 11h24

SÃO PAULO - O Corpo de Bombeiros foi acionado na região central e na zona norte da capital para fazer a retirada de balões que caíram na rede elétrica na manhã deste domingo, 10. Segundo a corporação, os objetos foram retirados com auxílio da AES Eletropaulo e não houve incêndio nem curto-circuito.

Às 8h45, um balão foi localizado em cima da fiação elétrica na Rua Barra Mansa, no Tucuruvi, na zona norte de São Paulo. O outro caiu apagado entre a Avenida São João e a Rua Lopes de Oliveira, na Santa Cecília, no centro da capital.

De acordo com os bombeiros, em ambos os casos havia risco de incêndio ou de a rede elétrica ser afetada. A AES Eletropaulo foi acionada para atuar na retirada dos balões.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, soltar, fabricar, vender ou transportar balões é um crime ambiental pela Lei 9.605/13, que prevê como pena reclusão de um a três anos. 

Mais conteúdo sobre:
Balão Corpo de Bombeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.