Baleada, comerciante reage a assalto e esfaqueia ladrão

Suspeito deu entrada no Hospital das Clínicas, por causa do ferimento, foi reconhecido e preso

Andressa Zanandrea, Jornal da Tarde

08 de agosto de 2008 | 11h57

Mesmo baleada na axila direita, a comerciante Cremilda Santos Nazareth, de 35 anos, esfaqueou um bandido que tentou roubar seu bazar, na Avenida Professor Francisco Morato, na Vila Sônia, zona oeste de São Paulo, por volta das 19 horas de quinta-feira. Segundo a polícia, dois bandidos entraram na loja para fazer o assalto. Eles teriam reclamando da demora na entrega de dinheiro e produtos e um deles atirou. A comerciante teria buscado uma faca e acertado um dos ladrões no tórax. Os dois fugiram, primeiro a pé e depois em um carro vermelho. Cremilda foi levada ao Hospital das Clínicas, onde passou por cirurgia. Pouco depois da meia-noite, a coincidência: o suspeito deu entrada no mesmo hospital, por causa do ferimento. O ladrão foi reconhecido por uma testemunha, funcionária que estava na loja na hora do assalto, e detido. O assalto e a prisão foram registrados no 34º Distrito Policial (Vila Sônia) e 14º Distrito Policial (Pinheiros), respectivamente.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciatentativa de assalto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.