Balas falham e enfermeiro escapa de ser a 5ª vítima

Um enfermeiro escapou na quinta-feira de tomar dois tiros de Fernando Buffolo ao tentar desarmá-lo. Antigas, as balas falharam. O administrador conta no depoimento à polícia que entrou em luta corporal com o enfermeiro, que "arrebatou-lhe a arma e deu-lhe dois golpes na cabeça". E, só não o rendeu, porque Buffolo pegou uma faca e ele conseguiu escapar.

O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2012 | 03h02

O administrador disparou pelo menos 14 tiros - os 13 projéteis da Glock 380 e um da espingarda calibre 12. A situação das armas de Buffolo é regular. Ele se valeu de anistia, entre 2005 e 2010, para registrá-las - antes do endurecimento da legislação. Além da pistola e da espingarda, ele tem revólveres calibre 38 e 32 e uma carabina (as duas últimas não foram achadas). / D.G. e W.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.