Bala atingiu abdome e rim de garoto

Miguel Cestari Ricci dos Santos, de 9 anos, chegou ao Family Hospital, em Taboão da Serra, vizinha a Embu, às 11h50 de ontem, levado em um carro da escola.

, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2010 | 00h00

Segundo Marcos David, diretor clínico do hospital, o menino foi levado ao centro cirúrgico e teve uma parada cardiorrespiratória dez minutos depois. Miguel estava em estado de choque ao ser atendido. "Ele perdeu muito sangue, a bala entrou pelo lado esquerdo do abdome, atravessou as alças intestinais e se instalou perto do rim direito", afirmou. "A equipe tentou ressuscitá-lo, sem sucesso, por uma hora. Ele perdeu muito sangue."

"Estamos chocados no hospital, também tenho filho pequeno", afirmou David. A morte foi confirmada às 13 h15 pela equipe. O corpo ficou até a noite no hospital para que fosse feito o Serviço de Verificação de Óbitos, solicitado pelo delegado do 1.º Distrito Policial de Embu. Às 22h15, foi levado para o Instituto Médico-Legal de Taboão da Serra. Não havia definição sobre o horário do enterro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.