Epitácio Pessoa/AE
Epitácio Pessoa/AE

Baixa umidade do ar coloca São Paulo em estado de alerta

Nível chegou a 18% na zona norte da cidade, segundo medição do CGE; clima continua quente

Solange Spigliatti, estadão.com.br

17 de agosto de 2011 | 15h46

SÃO PAULO - A capital paulista entrou em estado de alerta na tarde desta quarta-feira, 17, em consequência do baixo índice de umidade relativa do ar. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), às 15 horas, a cidade registrava 18% de umidade do ar na região do Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, e de 19% na região de Congonhas, na zona sul.

 

Segundo o CGE, as temperaturas continuam oscilando em torno dos 30ºC e apenas com o entardecer começam a entrar em declínio. Entre a noite de hoje e a manhã da quinta-feira, a passagem de uma fraca frente fria pelo oceano ao largo do litoral paulista muda a direção dos ventos e favorece a entrada da circulação marítima, o que contribui para o aumento gradual da umidade relativa do ar.

 

A recomendação da Defesa Civil é de que a população evite exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas; umidifique o ambiente com vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, entre outros; sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas arborizadas e consumir bastante água.

 

Tudo o que sabemos sobre:
umidade do artempoclimaCGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.