Bairro Universitário vai mudar das calçadas às árvores da região

A Unifesp vai transferir os centros de atendimento espalhados por toda a Vila Clementino, zona sul, para os quarteirões vizinhos ao Hospital São Paulo, no mesmo bairro. Atualmente, são cerca de 250 casas na região que oferecem algum tipo de atendimento médico. A alteração faz parte do projeto Bairro Universitário, fruto de uma parceria com a Prefeitura.

Luísa Acalde, O Estado de S.Paulo

11 de agosto de 2010 | 00h00

Calçadas de diversas ruas foram adaptadas para dar mobilidade a deficientes físicos. Segundo o professor Paulo Pontes, responsável da Unifesp pela implementação do programa, haverá um redesenho na região. A Prefeitura deverá ceder alguns terrenos e haverá desapropriação de outros. Por conta do novo projeto, árvores também serão remanejadas. "Com essas modificações, tudo vai ficar próximo do Hospital São Paulo", disse.

A alteração será realizada graças a um convênio entre a Unifesp, a Prefeitura e o Hospital São Paulo. O primeiro acordo entre o executivo e a Unifesp foi firmado em 2006. Apenas parte da proposta inicial foi cumprida, como a adaptação e ampliação das calçadas.

A região também dispõe de estacionamento Zona Azul destinado para idosos e pessoas com mobilidade reduzida - próximo dos centros médicos. Por outro lado, a intenção de instalar câmeras, semáforos inteligentes e uma rede ampliada de wireless ainda não saiu do papel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.