Avô mata neto de um ano em Itatiba após briga familiar

Agnaldo Hermenegildo, de 43 anos, teria cometido o crime com uma faca de cozinha depois de discutir com a ex-mulher

Ricardo Brandt, O Estado de S.Paulo

23 Setembro 2013 | 19h02

CAMPINAS - Um bebê de 1 ano e meio foi morto pelo avô em uma área rural, em Itatiba, no interior de São Paulo, nesse domingo, 22, após uma discussão com a ex-mulher.

Agnaldo Hermenegildo, de 43 anos, teria ido até o sítio onde morava e começou a discutir com a ex-mulher para que ela permitisse sua volta para casa. Segundo a Polícia Civil, durante a briga, o avô pegou uma faca de cozinha e o bebê no colo e passou a ameaçar matar a criança.

A Polícia Militar foi acionada e ao chegar ao local, Hermenegildo fugiu com o bebê no colo. Alguns metros depois, ele acabou cortando o pescoço do neto com a faca e depois tentou se matar.

A PM conseguiu impedir que ele se matasse e o levou preso para a delegacia. Ele já foi preso por roubo, receptação e furto. O bebê foi socorrido até um hospital em Itatiba, mas não resistiu ao ferimento.

Mais conteúdo sobre:
Crimehomicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.