Avião de pequeno porte cai na zona norte de SP e piloto morre

Segundo os bombeiros, homem era único tripulante no monomotor; voo partiu de aeroclube do Campo de Marte

O Estado de S.Paulo

03 de junho de 2012 | 03h08

Um avião monomotor caiu na região de Parada de Taipas, extremo norte de São Paulo, na manhã de ontem. Segundo o Corpo de Bombeiros informou por volta das 11 horas, o piloto da aeronave, único tripulante, morreu na queda. O modelo do avião era um monomotor de marca Corisco, fabricado pela Embraer.

O acidente aconteceu na altura do número 1.600 da Estrada José Lopes. A região não é urbanizada e é cercada por mata, às bordas da Serra da Cantareira. Segundo informações preliminares do Aeroclube de São Paulo, o avião pertence à escola de aviação do Campo de Marte e decolou deste aeroporto, também na zona norte de São Paulo. Segundo o Twitter do Corpo de Bombeiros, a queda foi registrada por volta das 10h.

Sete equipes dos bombeiros e um helicóptero Águia da Polícia Militar foram deslocados para o local. Uma perícia será feita no lugar do acidente para ajudar a determinar as causas da queda. Até o início da tarde de ontem, porém, não havia informações sobre o motivo do acidente.

A Aeronáutica também afirmou que vai apurar o que causou a queda. A morte do piloto foi confirmada pelo médico da Polícia Militar que se dirigiu ao local no helicóptero Águia.

Escola. O aeroclube do Campo de Marte informou que o prefixo da aeronave é PT-KRF. Segundo a escola de aviação, as informações eram ainda preliminares. Os membros da diretoria foram até o local do acidente e só se pronunciariam no fim da tarde.

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a documentação da aeronave com esse prefixo está regular, com manutenção em dia e certificado válido até 2013. A Anac, porém, afirmou que a consulta foi feita com base no prefixo informado e que apenas após relatório da Aeronáutica o órgão pode certificar se esse é realmente o avião que caiu ontem. / RODRIGO BURGARELLI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.