Av. Paulista terá ciclofaixa das 22h às 16h para o Natal

Ciclistas poderão observar a decoração especial na noite de sábado para domingo; ontem, foi aberta praça com o tema 'Banda de Noéis'

CAIO DO VALLE , JULIANA DEODORO, O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2012 | 02h02

Neste ano, os paulistanos poderão conferir a decoração de Natal da Avenida Paulista e do Parque do Ibirapuera de uma perspectiva diferente. A ciclofaixa de lazer, que atrai milhares de pessoas todos os domingos, funcionará em horário alternativo nos próximos dois fins de semana antes do Natal. Assim, toda a iluminação poderá ser vista das bikes nas madrugadas dos dias 15 e 22 de dezembro, das 22h às 16h.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a ativação da ciclofaixa é um estímulo para que os moradores de São Paulo deixem os carros em casa. Além das bicicletas, a CET incentiva que o público se desloque até a Paulista de metrô ou ônibus. Todos os anos, a avenida fica intransitável nesta época, por causa da quantidade de pessoas e carros que se deslocam para ver a decoração.

O percurso da ciclofaixa da Paulista começa na Rua da Consolação e vai até a Praça Oswaldo Cruz. Ela se liga à ciclofaixa oeste-sul pela Rua Vergueiro, passa pela Rua Domingos de Morais, Avenida Indianópolis e vai até o Parque das Bicicletas.

Atrações. Quem esteve ontem na inauguração da Praça de Natal, principal atração da época na Avenida Paulista, enfrentou trânsito lento e decepção. Com menos opções do que no ano passado, o espetáculo de luzes ao longo da avenida desagradou a boa parte do público. A Praça de Natal, suspensa sobre a via perto da esquina com a Alameda Ministro Rocha Azevedo, não oferece mais visitas. Mas o "espetáculo" de bonecos de Papai Noel que se mexem como se estivessem tocando instrumentos musicais pode ser visto a cada hora, das 15h às 20h. Das 20h às 2h, a programação será ininterrupta.

Carros reduziam a velocidade para que seus ocupantes pudessem observar e até fotografar a decoração. O trânsito ainda estava lento por volta das 22h.

Na frente da agência do Itaú Personnalité, a movimentação era grande à noite. Mas outro tradicional ponto natalino, o prédio do Bradesco, não foi enfeitado desta vez. "Foi decepcionante", queixou-se a consultora jurídica Vivian Cardoso, de 27 anos. Já para a executiva Vanessa Fernandes, de 30, o ponto baixo foi a falta de criatividade. "A decoração do Itaú e da Praça de Natal parecem idênticas à dos anos anteriores."

Guarapiranga. Pela primeira vez, a Represa de Guarapiranga, na zona sul da capital paulista, vai receber um espetáculo de projeções em uma cortina de água com mais de 70 metros quadrados. E a represa também terá a sua árvore de Natal, com 15 metros de altura. A inauguração será hoje, às 20h30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.