CLAYTON DE SOUZA/AE
CLAYTON DE SOUZA/AE

Avenidas Jabaquara e Brasil têm redução de limite para 50 km/h

Medida será adotada na quarta e atingirá também Henrique Schaumann; na Olavo Fontoura, mudança já vale nesta sexta

O Estado de S. Paulo

18 de setembro de 2015 | 03h00

SÃO PAULO - Até quarta-feira, mais 12 vias da capital terão a velocidade reduzida de 60 km para 50 km/h, como parte da política da gestão Fernando Haddad (PT) para minimizar acidentes e mortes. Na lista estão as proximidades do Parque do Ibirapuera, acessos das Marginais e principais vias do eixo Jabaquara-Paulista.

Nas zonas sul e oeste, as alterações acontecerão na Rua Henrique Schaumann, na Avenida Brasil e Avenida Pedro Álvares Cabral – entre a Rua Cardeal Arcoverde e a Avenida 23 de Maio, em um trecho com 4,3 quilômetros de extensão – e na Avenida Jabaquara e na Rua Domingos de Morais, entre a Rua Sena Madureira e a Alameda das Boninas (trecho com 1,7 quilômetro de extensão). As placas de sinalização estão sendo instaladas.

Nesta sexta-feira, 18, sete vias nas regiões norte e leste terão os limites reduzidos de 60 km/h para 50 km/h. A nova regulamentação valerá na Avenida Olavo Fontoura, zona norte, em um trecho aproximado de 2,2 quilômetros entre a Praça Campo de Bagatelle e a Marginal do Tietê. O trecho é importante porque serve como atalho para quem busca a via expressa, vindo do Corredor Norte-Sul, e também por abrigar o Anhembi, o sambódromo e o Campo de Marte. Os 50 km/h também passarão a ser o limite na Avenida Paulo Freire e na Ponte Aricanduva, em um trecho de 3,1 km entre a Rodovia Fernão Dias e a Avenida Aricanduva (zona leste).

Na mesma região, placas já indicam o novo limite na Rua Carmópolis de Minas e na Rua Bandeirantes do Sul, em um trecho de 1,4 quilômetro entre a Rua Soldado José Antônio Moreira e a Morvan Dias de Figueiredo. Também será reduzida a velocidade máxima na Rua Coronel Guilherme Rocha e na Rua Ciro Almeida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.