Aumenta abismo salarial entre sexos

Depois de diminuir constantemente desde 2004, a diferença de rendimento entre mulheres e homens aumentou em 2012. O rendimento real do trabalho das mulheres (R$ 1.238,00 ao mês) ficou em 72,9% do dos homens (R$ 1.698,00). Em 2011, o salário das mulheres representava 73,7% do dos homens. Em 2004, a relação estava em 69,45%.

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2013 | 02h05

A queda nesse indicador surpreendeu Sonia Rocha, pesquisadora do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade (Iets). "A tendência de equiparação dos rendimentos era considerada robusta." Segundo ela, o maior tempo de estudo das mulheres e uma mudança cultural na divisão do trabalho em casa e com o cuidado dos filhos vinham permitindo a equiparação.

"É uma parada a ser investigada", afirmou a especialista. / V.N.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.