Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Aulas são suspensas na FEA-USP após morte de estudante

Estudantes organizam protesto para pedir mais segurança na universidade

Priscila Trindade, Central de Notícias

19 Maio 2011 | 09h02

SÃO PAULO - As aulas da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP) estão suspensas nesta quinta-feira, 19, nos períodos da manhã e da noite. A decisão foi tomada após a morte de um aluno na noite de quarta-feira, 18, no estacionamento do campus, no Butantã, na zona oeste da cidade.

Veja também:

linkEstudante é assassinado dentro do estacionamento da FEA-USP

No início da manhã, os alunos da unidade se reuniram em frente da faculdade, por volta das 8 horas, em protesto pela morte de Felipe Ramos de Paiva, de 24 anos, aluno do curso de Ciências Atuariais. Os estudantes vão fazer uma caminhada até a reitoria da universidade para entregar uma carta aberta exigindo mais segurança no campus.

Felipe de Paiva foi assassinado no estacionamento da faculdade, por volta das 21h30, durante luta corporal com um suposto assaltante. Um guarda universitário ouviu um disparo e correu para o local. O corpo de Felipe estava perto de seu carro blindado.

Testemunhas contaram à polícia que, logo após sair da aula, Felipe foi seguido por um homem até o estacionamento. Após abordagem, o estudante entrou em luta corporal com o suposto assaltante, que estava armado. A vítima tentou entrar no carro para se proteger, mas não teve tempo. Após balear o jovem, o bandido fugiu sem levar nada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.