Atropelador vai a júri popular

Atropelador vai a júri popular

JUSTIÇA

, O Estadao de S.Paulo

31 Março 2010 | 00h00

O Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo decidiu mandar a júri popular o representante comercial Rafael Penha Guazelli, que em 2006 atropelou e matou a promotora de eventos Fabiana Cardoso Guimarães, na região central de Sorocaba. Inquérito da Polícia Civil apurou que ele dirigia embriagado e fugiu sem prestar socorro à vítima. O TJ acatou a tese de que o representante comercial cometeu homicídio doloso (intencional), por estar em alta velocidade e sob o efeito de álcool.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.