Atropelador pode pegar até 47 anos de prisão

O Ministério Público do Rio denunciou ontem o estudante Rafael Bussamra, de 25 anos, por homicídio doloso pelo atropelamento e morte do filho da atriz Cissa Guimarães, Rafael Mascarenhas, em 20 de julho. Ele também vai responder por corrupção ativa, fuga, participação em racha e tentativa de induzir agente policial a erro. Somadas, as penas podem chegar a 47 anos de prisão. Também foram denunciados um amigo de Bussamra, que estava no carro ao lado, e o pai do jovem - que teria pago propina a policiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.