Ato pela paz lembra a tragédia de Realengo

Uma caminhada na Praia de Copacabana lembrou ontem o massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, zona oeste do Rio. A ação ocorreu em 7 em abril e deixou 12 crianças mortas. Cerca de 50 pessoas, entre parentes e amigos das vítimas, vestidas de branco, levaram balões e cartazes com imagens das crianças atingidas pelo atirador que invadiu o colégio. A manifestação pela paz nas escolas foi organizada pela família da estudante Luisa Paula da Silva, que completaria 15 anos hoje.

, O Estado de S.Paulo

05 de setembro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.