Ato em Realengo lembra alunos mortos nos EUA

A ONG Rio de Paz realizou na manhã de ontem um ato na frente da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, zona norte do Rio, onde o atirador e ex-aluno Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, matou 12 jovens e em seguida tirou a própria vida em abril do ano passado. A iniciativa teve o objetivo de lembrar os alunos da escola primária Sandy Hook, em Connecticut, nos Estados Unidos, que morreram em ação de um atirador que invadiu o colégio no dia 14. Ele executou 20 crianças, seis adultos e se matou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.