Ato de moradores fecha avenida na periferia de Campinas

Moradores do Jardim Santo Antônio protestaram contra a falta de água no município em frente à Sanasa, responsável pela distribuição

Ana Cristina Mazeo, Especial para O Estado

14 de outubro de 2014 | 22h49

Moradores do bairro Jardim Santo Antônio, na periferia de Campinas, fizeram uma manifestação ontem para protestar contra a falta de água no município.

Eles fecharam uma avenida da região para reclamar dos cortes no abastecimento, que começaram na sexta-feira. Segundo a Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (Sanasa), empresa responsável pela distribuição de água na cidade, a captação foi reduzida por causa da grande concentração de esgoto no Rio Atibaia.

A empresa também informou que os bairros afetados estão sendo atendidos com caminhões-pipa. Ainda não há previsão de quando a situação poderá ser normalizada.

Anteontem, moradores de dois bairros fecharam a Rodovia Valdomiro Correia de Camargo (SP-79) e queimaram um ônibus em protesto contra a falta de água em Itu, na região de Sorocaba (SP). Cerca de 300 pessoas participaram da manifestação. Foi o quarto protesto contra o desabastecimento na cidade que, desde fevereiro, está sob racionamento drástico, em razão da estiagem.

Tudo o que sabemos sobre:
CampinasSão Paulocrise da água

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.