Ato cobra fim da impunidade por morte de moradores de rua

Em 2004, sete moradores de rua que viviam na região da Praça da Sé, no centro, foram agredidos e mortos

Agência Brasil,

19 de agosto de 2008 | 09h19

Moradores de rua e organizações da sociedade civil fizeram uma manifestação nesta terça-feira, 19, em São Paulo, para lembrar os quatro anos de impunidade pelo assassinato de sete moradores de rua que viviam na região da Praça da Sé, no centro da capital.   Contorno de corpos, feito de tecido de cobertores, representaram as vítimas do assassinato Valéria Gonçalvez/AE   A concentração começou por volta das 9 horas. Às 10 horas estava previsto a realização do ato público na Praça da Sé e por volta das 10h30, os manifestantes saíram em passeata até o Largo de São Francisco e depois à sede da Prefeitura.   Está previsto encontro com os candidatos à prefeitura da capital para apresentação de propostas voltadas à população em situação de rua e assinatura de termo de compromisso.   Atualizado às 15h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.