Atirador do cinema poderá pedir progressão para regime semiaberto

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a condenação a 48 anos de reclusão do ex-estudante de Medicina Mateus da Costa Meira. Em 1999, após consumir cocaína, ele atirou contra a plateia de uma sala de cinema do MorumbiShopping, em São Paulo, matando três pessoas e ferindo quatro. Havia 66 pessoas na sessão.

O Estado de S.Paulo

24 Março 2012 | 03h05

Os ministros, porém, mudaram parte da condenação que impedia a progressão de regime. Pela decisão original, Meira deveria cumprir a pena de 48 anos integralmente no regime fechado. Agora, com o julgamento do STJ, ele terá direito de pedir, no futuro, a progressão para o regime semiaberto.

Costa Meira está preso em Salvador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.