Aterro sanitário de Santo André deve ser ampliado

A Cetesb aprovou na última semana um projeto de ampliação do aterro sanitário de Santo André, no ABC paulista. A obra já havia sido negada pela própria companhia, barrada em primeira instância na Justiça paulista, mas foi deferida pelo Superior Tribunal de Justiça no começo do ano.

, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2010 | 00h00

Segundo o superintendente do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), Ângelo Pavin, o objetivo é adicionar 46 mil m2 à àrea de 217 mil ²m2 do atual aterro - por enquanto, a Cetesb só permitiu os primeiros 6 mil m2 de obra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.